segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Perfil de Chico Buarque ironiza insinuações de machismo na música do cantor,CONFIRA!


Prestes a lançar o 23º álbum da carreira, Caravanas, o perfil do cantor e compositor Chico Buarque no Facebook se manifestou a respeito de um debate desencadeado por um verso da música Tua cantiga, a primeira inédita do novo disco, lançada há três semanas e disponível no Spotify. Em mais um Fla-Flu propagado no "tribunal do Facebook", o artista, de 73 anos, foi criticado por grupos feministas que o enxergaram como um machista, como se estivesse "romantizado o abandono paterno" no trecho "Quando teu coração suplicar ou quando teu capricho exigir... Largo mulher e filhos e de joelhos vou te seguir".
A página oficial do compositor na rede social, conduzida pela equipe do artista, compartilhou a seguinte mensagem: "Será que é machismo um homem largar a família para ficar com a amante? - Pelo contrário. Machismo é ficar com a família e a amante". Minutos mais tarde, o perfil acrescentou: "Diálogo entreouvido na filha de um supermercado..." A resposta, no entanto, deu mais combustível ao debate. Com menos de 30 minutos no ar, a postagem atraiu mais de 300 comentários a favor e contra o "diálogo".

"O mundo está um porre, Chico, e o pessoal não entende mais os exageros de uma licença poética. Tudo é entendido na literalidade", defendeu uma internauta. "Querido, o problema não é largar a mulher para ficar com a amante. O problema é largar os filhos. Seja lá qual o motivo", criticou outro.


Após seis anos sem gravar um disco de inéditas, o compositor carioca lançará Caravanas no dia 25 de agosto. Além de sete composições inéditas, como Tua cantiga e Massarandupió - essa última teve trecho divulgado durante a semana e é uma parceria com o neto, Chico Brown -, Chico também regravou novas versões de Dueto, com uma das netas, e A moça do sonho. O álbum tem direção musical e arranjos do violonista Luiz Cláudio Ramos, produção de Vinícius França (produtor e empresário de Chico), foto de capa de Leo Aversa e projeto gráfico de Cássia D’Elia, brasileira residente em Paris. Entre os músicos que participam do novo disco estão Jorge Helder (baixo acústico), Jurim Moreira (bateria) e João Rebouças (piano).

Nenhum comentário:

Postar um comentário